“Esse ano é meu primeiro dia das mães e o leite materno doado ajudou a salvar a vida da minha filha”, ressalta mãe de prematura internada na Santa Casa de Sobral

Ana Manuela 1

A pequena Ana Manuela chegou ao mundo em circunstâncias desafiadoras com apenas 26 semanas e seis dias. Sua mãe, Analine Albuquerque, 29, natural de Frecheirinha, teve um parto de forma prematura, e a bebê teve que ficar internada na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) da Santa Casa de Misericórdia de Sobral. Analine não pôde amamentar a filha, então foi beneficiada com leite materno doado por outras mães à instituição.

Além disso, a pequena também contraiu a Covid-19, e com a assistência prestada pela equipe multiprofissional da instituição, assim como a presença incansável da mãe, que mesmo de longe não abria mão de está próximo a filha, a cura veio, e Ana Manuela venceu a doença. Agora, com a filha internada no hospital, Analine compartilha os momentos tensos que enfrentou, e agradece aos profissionais e as mães que doaram leite materno, e assim contribuíram para que ela pudesse viver seu primeiro dia das mães.

Ana Manuela 2

“Ser mãe de prematuro não é fácil”

“Fui uma mãe pega pela surpresa de ter um bebê prematuro, surpresa e tristeza ao mesmo tempo, pois não pude segurar minha filha nos braços quando ela nasceu, eu e meu marido tivemos que aprender a olhar ela pela incubadora e dizer ‘eu te amo filha’ por gesto e olhares, nem nosso sorriso ela podia ver, pois nasceu em plena pandemia do coronavírus. Tivemos o maior desafio de nossas vidas, pois o mundo passando por tudo isso, e nós no meio desta tribulação de acontecimentos. Tinha dias que ficava sem entender tudo. Não posso dizer que fiquei viciada no monitor, porque na verdade a gente não se vicia em nada em uma UTIN, a gente só consegue pensar em querer sair dela, a gente só pensa nisso, e principalmente quando a gente pensava que estava tudo dando certo soubemos de sua contaminação pela Covid-19, meu mundo caiu, não tinha chão, mas tinha Deus. Mesmo tão pequenina, ela foi muito guerreira, minha filha venceu a doença, e não posso deixar de agradecer a Deus e Nossa Senhora por essa vitória tão grandiosa, a fé foi o ponto crucial para esta Vitória. Minha bebê continua na UTIN, mas hoje bem melhor, com cuidados e carinhos que fazem a diferença na sua recuperação. Já passei da época de ter paranoia com o processo ganha/perda de peso diário, pois hoje já tem peso adequado pra sair da UTIN e ir para a Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCo).

Outra situação que me deixou preocupada, foi a falta do meu leite, pois não tinha leite para a minha filha. Ela foi contemplada com leite doado por outras mães, eu posso dizer que minha filha é um bebê de sorte, pois teve a oportunidade de receber vida neste leite doado. Sei da importância do leite materno para sua recuperação, eu não tive leite materno por outros motivos de saúde antes mesmo de engravidar. Mas, incentivo todas as mãe a amamentarem e doarem leite materno, pois você, mãe doadora, ajudou a salvar a vida da minha bebê.

Esse ano é meu primeiro dia das mães, e vou passar essa data especial dentro do hospital, e muito feliz por ver minha filha cada dia melhor. Dia das mães para mim vai ser todos os dias, pois ver minha filha crescer e me chamar de mãe, daqui a alguns anos vou me lembrar deste hospital e tudo que estou vivendo agora, vou sair desse hospital uma mãe forte, amorosa, guerreira e sabendo que sou uma nova pessoa. A fé e a esperança me fazem a cada dia querer ser uma pessoa melhor. Eu posso dizer que minha filha mudou a minha vida, hoje posso dizer sou a MÃE mais feliz do mundo.

Quero desejar um feliz dia das mães, a todas as mães que estão passando ou que já passaram por um momento assim, pois ser mãe de prematuro é ser lutadora, perseverante, resiliente, frágil a ponto de desabar a qualquer momento, mas com uma força absurda. A TODAS VOCÊS QUE ADMIRO DEMAIS: Feliz Dia das Mães!”.

[Relato de Analine Albuquerque, 29, mãe da Ana Manuela]

📌 A Santa Casa promove a campanha ‘Eu divido meu leite’. Para doar, ligue para o Posto de Coleta de Leite Humano da Santa Casa: (88) 3112 – 0501 ou entre em contato conosco através das redes sociais! 📲

Ana Manuela 3

IMG_7712

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YOUTUBE
YOUTUBE
Instagram