Santa Casa de Misericórdia de Sobral reúne órgãos especializados para buscar propostas para desafios da Neonatologia na Macrorregião de Sobral

1

A Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS) promoveu na quarta-feira (29/01) a primeira reunião envolvendo órgãos competentes do município de Sobral com o objetivo de discutir propostas sobre os desafios da Neonatologia na Macrorregião de Sobral, que engloba 55 municípios. O encontro aconteceu no auditório do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (DEPE) da SCMS, e contou com a presença de representantes de serviços do Hospital Regional Norte (HRN), secretaria de saúde municipal, trevo de quatro folhas, vigilância epidemiológica municipal,  SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e CRES (Coordenadorias Regionais de Saúde).

De acordo com o diretor técnico da SCMS, Dr. Sávio Arcanjo, um movimento como esse proporciona inquietação para os problemas que atingem a comunidade pobre da Zona Norte do Estado do Ceará: “Se nos acomodarmos com o atendimento que está tendo a Neonatologia, não estaremos fazendo gestão”, ressaltou.

2

O encontro surgiu de uma ideia inovadora para construir em conjunto a assistência em Neonatologia da região norte do Ceará. “Então temos que unir forças para trabalhar processos de melhorias para o atendimento da nossa população, trabalhar a questão da qualidade e segurança do paciente”, explica a diretora de Enfermagem da SCMS, Maria da Conceição Nunes.

Apresentações

4

Os primeiros dados sobre Neonatologia na Zona Norte do Estado do Ceará foram apresentados por representantes do HRN. “Nosso objetivo é apresentar a nossa gestão do serviço de neonatologia do HRN, como fazemos esse monitoramento, mostrar algumas estratégias que deram certo, e algumas que estão em construção”, destaca Renata Freitas, coordenadora do Serviço de Neonatologia do HRN.

De acordo com Cristiane Lemos, coordenadora de enfermagem do Serviço de Neonatologia do HRN, que possui 49 leitos (Sendo 30 em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), 10 em Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (UCINCo) e 9 em Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa)é necessário apresentar os processos de trabalho “para que nos conheçamos melhor, possamos caminhar juntos e ver o que podemos está somando com os outros”, enfatiza a coordenadora.

A coordenadora de enfermagem da UTI Neonatal I e dos berçários da SCMS, Andreia Ribeiro, apresentou o Serviço de Neonatologia do Hospital que conta com  a UTI Neonatal I com cinco leitos, UTI Neonatal II com 10 leitos, a UCINCo com 15 leitos e a UCINCa com sete leitos. “É importante ressaltar que por ser portas abertas, atendendo 55 municípios, a SCMS realiza uma média de 500 partos por mês, lotando nossas unidades de prematuros, por consequência”, lembra Andreia.

Ao final das apresentações, a discussão aprofundou-se em propostas de sugestões que contribuíssem para a melhoria do fluxo de bebês prematuros entre as unidades referência no atendimento em Neonatologia na Zona Norte do Estado do Ceará. Treinamentos compactuados entre as instituições e eficiência no processo de regulação foram pontos levantados. O encontro é o início de uma parceria para estabelecer um fluxo eficaz que preste assistência de qualidade para os prematuros.

7

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial